Amamentar um ato de amor


    Estava relendo um acróstico esses dias que fiz em um trabalho para o curso técnico de nutrição sobre amamentação. Na época me pareceu muito poético, mas talvez não tenha entendido de fato qual o significado desse ato. Vejamos quais são as recomendações e os benefícios para a mãe e o bebê.

    Recomendação

    Segundo a Organização Mundial da Saúde o aleitamento materno exclusivo deve ser realizado até os 6 meses de idade.Isso quer dizer que não é necessário que o bebê tome água, chás ou qualquer outro alimento precocemente.

    A partir dos 6 meses de idade inicia-se a alimentação complementar e o aleitamento materno deve ser mantido durante esse processo. As crianças devem continuar a ser amamentadas, pelo menos, até completarem os 2 anos de idade.

    Benefícios

    Para o Bebe: Diminui a incidência e/ou gravidade de doenças infecciosas, Diminui as taxas de Síndrome da morte súbita infantil, Diabetes Mellitus tipos 1 e 2, Sobrepeso e Obesidade, Alergias alimentares, Asma entre outras; Fornece analgesia durante procedimentos dolorosos e promove ligação mãe-filho.

    Para a mãe: Diminui o sangramento pós-parto, involução uterina mais rápida, intervalo entre gestações aumentado, retorno mais cedo ao peso pré-gestacional, diminui o risco de câncer de mama e ovariano, possível risco diminuído de fratura de quadril pós menopausa e osteoporose.

    Talvez você esteja passando pelo período de preparação para amamentar ou já esteja amamentando, porém ainda cheia de dúvidas. A determinação é uma forte aliada para ter sucesso no processo de amamentação, e os benefícios para a mãe e o bebê superam as dificuldades. Não desista sem antes buscar informação ou a orientação de um profissional capacitado. Procure um nutricionista especialista na área Materno Infantil e um pediatra que apoie a amamentação e dessa forma possam orientar e contribuir para que a amamentação seja um sucesso para as duas vias mãe e bebê.

    Fontes:

    OMS - ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE – The optimal duration of exclusive breastfeeding – Report of an Expert Consultation – Geneva, Switzerland, March 2001.

    MAHAM, L. K.; ESCOTT-STUMP, S. Krause: Alimentos, nutrição e dietoterapia. 13ª edição. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.